Só 22 É Que Estão A Jogar

Só 22 é que estão a jogar!

Estou lendo, aos poucos, um livro interessantíssimo, cujo título é: “Viver Sem Medos”.

O seu autor é Sergio Fernández, de Nacionalidade espanhola.

Ele é licenciado em Publicidade e Relações Públicas pela Universidade Complutense de Madrid e mestre em Coaching Pessoal.

É director do Instituto Pensamiento Positivo, empresário, conferencista e formador especializado em desenvolvimento pessoal e empreendedorismo.

A sua paixão é fazer com que as pessoas encontrem a sua missão pessoal e vivam de acordo com ela.

É autor de um outro livro, cujo título é “Viver sem Chefe”.

O livro “Viver sem Medos” está repleto de frases significativas e inspiradoras, de ensinamentos e de conselhos para que cada leitor possa tentar encontrar o sentido da sua própria vida.

Uma dessas frases é a que serve de título a este artigo… “Só 22 é que estão a jogar”

O autor do livro faz a analogia de um jogo de futebol com a vida.

Diz ele que num jogo importante, por exemplo, a final de uma competição, o estádio fica repleto, com uma assistência de largos milhares de espectadores, para já não falar dos milhões que poderão assistir pela televisão.

Mas nem os assistentes no estádio, nem os telespectadores têm influência no resultado.

Quando muito, os que estão no estádio, podem dar cabo das pobres gargantas, gritando para incentivar os jogadores da sua equipa, ou para chamarem nomes feios aos jogadores e adeptos da outra equipa e também aos árbitros.

No desfecho do jogo só mesmo os que estão dentro do campo, jogando, têm “uma palavra a dizer”…

É do seu desempenho que depende o resultado final da partida.

Todos os outros, para além de poderem berrar até à exaustão, não lhes resta outra hipótese senão a de ficar a olhar para os que jogam.

Ora, diz o Sergio Fernández que na vida se passa, mais ou menos, a mesma coisa…

… Isto é…

“Alguns (poucos) jogam, todos os outros olham”.

Mas há uma grande diferença entre um jogo de futebol e a vida… digo eu!…

É que, no jogo de futebol, jogam os jogadores que os treinadores escolhem…

… Na vida, jogam as pessoas que decidem fazê-lo.

E uma coisa é certa e segura…

… Só quem jogar é que pode ter a chance de ganhar…

… E quando se perde não se deve desistir de jogar…

… Perder um jogo, não é perder o campeonato!

Por exemplo, aquela equipa de futebol que joga a final e perde, não vai deixar de continuar a jogar só porque não saiu vitoriosa.

Outros jogos virão em que o resultado será favorável.

Por isso, tal como acontece no futebol, em tudo na vida só se consegue ter sucesso jogando, isto é, trabalhando… trabalhando muito!… E nunca desistindo.

Eu não sei se você está na disposição de jogar, ou se vai ficar, eternamente, olhando para os que jogam.

Se a sua decisão é jogar, então acompanhe-me

Nesta equipa joga-se para ganhar!

Ela tem tudo o que você precisa para jogar e vencer o jogo!

Só precisa de ter muita vontade de trabalhar e de ter a noção de que o jogo é simples mas não é fácil.

Sem trabalho nada de sério e honesto se consegue.

Como diz o meu mentor, Rui Ludovino…

… ”Quem faz as coisas, tem resultados!”

quintas

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *